sexta-feira, 22 de novembro de 2013

ENTRE A CRUZ E O ARCO-ÍRIS

Há alguns dias eu terminei de ler o livro "Entre a cruz e o arco-íris", da jornalista Marília de Camargo César. O livro trata-se de uma pesquisa com muitas entrevistas, sobre a complexa relação dos cristãos evangélicos de nosso país com a homoafetividade. Marília de Camargo é autora dos livros Feridos em Nome de Deus (2009) e Marina: a vida por uma causa (2010), a biografia da ex-senadora e líder am­bientalista Marina Silva. Trabalhou na TV Globo, na Gazeta Mercantil, no Il Sole-24 Ore. Em "Entre a cruz e o arco-irís", a autora parte do princípio de que  a existência de gays nas igrejas evangélicas é uma realidade e que os cristãos brasileiros num contexto geral, têm dificuldades em se relacionar com os homossexuais e não estão preparados para lidar com eles em suas igrejas. O livro está repleto de entrevistas de homossexuais assumidos, de ex- homossexuais, de ex-ex-homossexuais, de familiares de homossexuais e de pastores de comunidades cristãs ortodoxas e de igrejas inclusivas (Igrejas para gays). Marília de Camargo César mantem seu estilo jornalistico, mas no decorrer de sua obra, faz críticas severas ao modo como a maioria dos cristãos evangélicos lidam com a homoafetividade. Ela o faz, por meio de questionamentos, utilizando muitas perguntas retóricas que levam o leitor a realmente pensar sobre o tema. Algo muito interessante neste trabalho de pesquisa da jornalista Marília de Camargo César, é que ela refere-se ao tema da conturbada relação dos cristãos com a homoafetividade, de uma perspectiva bilateral, sempre mostrando os dois lados de tal relação. Enxergamos não somente o drama dos homossexuais, mas também a crise dos líderes espirituais que lidam com pessoas que assumiram a sua condição homoafetiva. Creio que "Entre a cruz e o arco-íris", é um livro diferenciado pela temática com a qual lida. A homoafetividade é tabu no meio cristão-evangélico e além de ser tabu também é um grande desafio, posto que os homossexuais militantes em tempos recentes, reivindicam direitos civis que aparentemente se chocam com muitos dos interesses da agenda evangélica. Indico a leitura de "Entre a cruz e o arco-íris", a todos os homossexuais e a todos os cristãos, assim também como a qualquer pessoa que goste de refletir honestamente sobre temas controversos. Siga o cristo crucificado!


Cesar, Marilia de Camargo. Entre a cruz e o arco-irís. Editora Gutemberg: São Paulo.2013, 240 p.
Seu Blog · Design por Alves Alvin · Todos os direitos reservados - Copyright © 2014 · Tecnologia do Blogger