segunda-feira, 6 de junho de 2016

PASTOR TRABALHA?


Sempre quando eu vou a algum estabelecimento comercial e me apresento como pastor, me é feita a seguinte pergunta: "Você tem algum trabalho além de ser pastor?". Normalmente reajo com bom humor e respondo educadamente. Essa pergunta antes de qualquer coisa, revela falta de informação das pessoas  a respeito da função pastoral. Muitas vezes a mesma pergunta é feita por pessoas que fazem parte da igreja. É quase que geral a compreensão de que pastores são pessoas que levam a vida na maciota e que enriquecem as custas dos outros. Há pessoas que aspiram o pastorado por acreditarem nisso. Confesso que me entristeço profundamente quando percebo esse tipo de pensamento por parte das pessoas. O pastorado não é uma profissão. O pastorado é uma função exercida no contexto de uma comunidade cristã local. Pastores são pessoas chamadas por Deus e reconhecidas pelo corpo local para exercerem a nobre função de cuidar, encorajar, instruir e liderar os fieis. A função pastoral é gratificante, mas ao mesmo tempo trabalhosa e esgotante. Em setembro de 2015, o site norte-americano Business Insider, com a ajuda do instituto de pesquisas de mercado de trabalho Bureau o Labor Statistic [1], levantou as profissões mais estressantes. Ou seja: profissionais que estão expostos a altos níveis de estresse, pressão ou trabalham em um ambiente hostil. A função do líder religioso ficou entre as mais estressantes. Isso acontece porque um líder religioso (no caso o pastor) é alguém que além do tempo semanal de expediente em sua igreja local (sim, pastores tem horário de expediente), trabalha a todo tempo e precisa estar disponível a qualquer hora. Pastores aconselham casais que estão a beira do divórcio. Oficiam funerais, cerimônias de casamento, apresentam crianças e visitam os enfermos. Pastores são surpreendidos de madrugada muitas vezes, por telefonemas de pessoas desesperadas. O pastor precisa ser de tudo um pouco; de psicólogo a consultor financeiro. Afora essas tarefas rotineiras do oficio pastoral, o pastor precisa encontrar tempo  para se dedicar a organização da igreja e ao estudo da Bíblia e a oração, o que demandam muito tempo, dedicação e esforço.  Isso é apenas um resumo sem detalhamentos da rotina de um pastor. Pastores trabalham e trabalham muito. Espero que após a leitura deste pequeno texto, ao encontrar um pastor, você não lhe faça a pergunta que sempre ouço das pessoas: "Você tem algum trabalho além de ser pastor?". Siga o Cristo crucificado!

NOTAS

[1] Texto digital, Disponível em:

<http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/conheca-as-20-profissoes-mais-estressantes-nos-eua> (Acessado em: 6 de junho de 2016)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Blog · Design por Alves Alvin · Todos os direitos reservados - Copyright © 2014 · Tecnologia do Blogger