quarta-feira, 26 de junho de 2013

PECADO: ERRAR O ALVO!

Uma das coisas que mais me entristecem é ver jovens bonitos e cheios de vida, arrasados pelo pecado. Pecado é uma realidade espiritual com manifestações fisícas e não uma construção  conceitual/religiosa dos autores biblicos. Segundo o teólogo batista Milhard J. Erickson "pecado é qualquer falta de conformidade, ativa ou passiva, com a lei moral de Deus".  A palavra pecado na língua grega significa  errar o alvo. Pecado é errar o alvo que Deus nos deixou para acertarmos. Podemos ver as marcas do pecado por toda a criação e na dinâmica das relações humanas. A marca do pecado está no sistema animal da cadeia alimentar. Está na adolescente que bate a porta do quarto na cara de seus pais com rebeldia e mágoa no coração. Está na moça que aborta uma criança destruindo assim toda uma geração de pessoas. O pecado espreita em toda parte trazendo morte e destruição. Como havia dito acima, me entristeço ao ver  jovens sofrendo as consequências desastrosas do pecado em suas vidas. Como pastor de jovens de uma comunidade cristã, lido com as consequências, atrações e sugestões do pecado na vida de muitos jovens. O que mais me preocupa quando saio de um encontro com algum desses jovens, é o fato de que não levam o pecado muito a sério em suas vidas. Sabem que o pecado é algo que pode trazer tristeza e dor, mas não o temem e nem o tratam com seriedade. Infelizmente somos uma geração que não reconhece o pecado como uma realidade humana e espiritual destruidora. Muitos hoje em dia nem acreditam na existência do pecado; dizem que é apenas mais uma neurose criada pelo Cristianismo. Fiquei sabendo de um pastor que não fala mais do pecado em seus sermões, por sustentar que o problema central do ser humano é a baixa auto-estima. A indiferença em relação a uma realidade tão séria quanto o pecado é a maior marca de que o pecado está entranhado nas nossas mentes e corações. Como diz a carta de Paulo aos romanos: “O salário do pecado é a morte...” (Romanos 6.23ª). Quando trabalhamos recebemos um salário, que é a recompensa do nosso esforço. Do mesmo modo, quando pecamos recebemos uma recompensa, que é a morte. Morte física. Morte espiritual. Morte existencial. Morte dos nossos sonhos e projetos pessoais. Morte de um casamento lindo e promissor. Morte de um namoro puro e exemplar. Morte de grandes amizades. Morte do amor. Morte... O pecado traz morte! Não brinque com o pecado, pois quem com ele brinca se torna palhaço do mundo. Na luta contra o pecado, Deus não nos deixa sozinhos. Ele já providenciou o remédio para cura do pecado. O remédio é uma pessoa maravilhosa e humilde: Jesus Cristo, o Deus-homem. Jesus age de forma contrária ao pecado, pois ele traz vida; a vida que vale a pena viver. Quando andamos com Jesus não somos mais dominados pelo pecado. O pecado não mais nos escraviza. Por isso, quero terminar deixando um conselho para você. Trate o pecado seriamente em sua vida. Se tiver que temer alguma coisa, tema o pecado em sua vida, porque ele traz morte. Siga o Cristo crucificado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Blog · Design por Alves Alvin · Todos os direitos reservados - Copyright © 2014 · Tecnologia do Blogger