quarta-feira, 21 de novembro de 2012

DESCOBRI QUE NÃO SOU CRISTÃO!

Domingo, dia 18 de novembro de 2012. Nessa data tive uma das maiores percepções de toda a minha vida. Neste dia, que deveria ser um dia normal, cheguei a conclusão de que a pesar de todo o meu envolvimento com Deus, com a Bíblia, com a Igreja e com todo o discurso religioso, não sou cristão. Não sou cristão, não porque desacredite de Jesus Cristo e de seu evangelho, mas simplesmente porque não vivo a altura do evangelho. Muitas vezes minto, em muitas ocasiões sou incrédulo e deixo de amar o meu próximo com muita facilidade. Não sou digno de ser chamado cristão, pois tenho certeza de que Jesus se envergonha de mim muitas vezes. A percepção que tive no último domingo, dia 18, causou um verdadeiro frisson dentro de mim. Reavaliei a minha vida e ao fazê-lo, fiz a oração do pecador arrependido. A primeira vez que fiz esta oração, foi quando me entreguei a Jesus e ao seu evangelho,  a uns nove anos atrás. A experiência de descobrir que não se é ou que se está longe de ser àquilo que nos convencemos de que somos, é libertadora. Tenho certeza que a partir desta descoberta não sou mais o mesmo. O fato de saber que sou qualquer outra coisa, menos cristão, me levou a desenfreadamente buscar ser cristão. Quero viver a altura do evangelho de Jesus Cristo, encarnando o amor, a graça e a verdade dEle em mim. Para me tornar cristão preciso deixar de ser Cristão. Peciso deixar de me apegar nas muletas da religiosidade e da teologia cristãs. Preciso deixar de lado as convenções cristãs que me enganam dizendo que sou cristão por aquilo que eu faço. Para ser cristão tenho apenas que amar um homem; o Deus-homem  Jesus Cristo. Nada mais, nada menos. Para me tornar cristão, tenho que ser simples. Só isso. Tenho que andar com Cristo e como ele andou. Estou lutando para ser cristão, pois descobri que não o sou. Siga o Cristo Crucificado!

2 comentários:

Seu Blog · Design por Alves Alvin · Todos os direitos reservados - Copyright © 2014 · Tecnologia do Blogger