terça-feira, 12 de julho de 2011

A FESTA DA JÉSSICA E AS LIÇÕES QUE APRENDI




Festas de aniversário são sempre a mesma coisa. Pode ser a festa de uma criança, de um jovem ou de um idoso, sempre será a mesma coisa. Um bolo é feito, velas são colocadas em cima desse bolo e quando a festa está perdendo o seu clima, todos se reúnem em frente do bolo e cantam "parabéns pra você", depois o aniversariante faz um discurso, que na maioria das vezes é acompanhado de lágrimas, e por fim todos vão embora esperando pelo o próximo ano, onde possivelmente farão a mesma coisa. Por incrível que pareça, no último sábado, dia 09 de julho, estive numa festa de aniversário totalmente diferente daquelas que costumo ir. Nessa festa teve bolo, velas, “parabéns pra você” e tudo o que uma boa festa de aniversário tem direito. Mas, uma coisa nessa festa fez com que ela se tornasse diferente e especial. A presença da aniversariante mudou a história dessa festa. A tal aniversariante, era a Jéssica, uma moça que é membro da Igreja Batista Betesda. À aproximadamente seis anos atrás, vi essa mesma moça chegar a igreja. Naquela época ela ainda era uma adolescente de apenas 14 anos de idade. Já nessa festa, Jéssica comemorava seus 20 anos de idade. Essa festa me marcou de modo especial, pois o fato de estar lá me fez lembrar de algumas coisas. Me lembrei de todas as dificuldades que Jéssica passou em sua caminhada com Jesus. Lembrei do fatídico dia em que ela perdeu a sua prima, acometida por um câncer. Me lembrei dos seus problemas e confusões emocionais e também dos dilemas familiares que teve que enfrentar. Na verdade, me lembrei de toda a sua luta para chegar até ali naquele momento, junto com os jovens da igreja. Jéssica é um exemplo de superação. Um exemplo de alguém que achou um tesouro maior e por isso vendeu todas as sua pérolas. Através dessa festa de aniversário, entendi que o segredo da permanência e da perseverança, é estar junto. Como líder de jovens, sempre me pergunto o porquê de alguns jovens começarem sua caminhada cristã tão bem, e depois declinarem, se afastarem e no final de tudo a abandonarem. Creio que a vida da jovem Jéssica é uma resposta ao contrário. A pesar dos pesares, Jéssica sempre esteve cercada de gente da igreja. Estar junto de pessoas de Deus é a resposta para um final feliz na caminhada cristã. Como disse um pastor muito conhecido: “Aprendemos a andar com Deus, andando com pessoas que andam com Deus”. Essa é a formula para se estar em Deus e com Deus. Precisamos estar com gente de Deus. Tome a vida de Jéssica como exemplo e a partir de hoje decida estar junto de pessoas que amam a Jesus. Siga o Cristo crucificado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Blog · Design por Alves Alvin · Todos os direitos reservados - Copyright © 2014 · Tecnologia do Blogger